14 de fev de 2011

"eu vou mudar de profissão
eu vou ser cantor
eu vou pr rio de janeiro
num expresso brasileiro, seu dotô"
djavan

Adoro Djavan. Devo dizer logo, que não é necessariamente pela qualidade das músicas - ou das letras, tão controversas - adoro Djavan somente porque lembra um momento muito bom da minha vida. Com isso, digo que a coisa é passional.
Aí penso na minha relação com o Rio de Janeiro. Também marcou bons momentos da minha vida as idas ao Rio de Janeiro, de 2001 a 2006. Bom tempo da vida - a casa dos vinte anos - boa amiga que por lá morava. Muito samba e passeios. Isso sem contar as idas ao Rio na infância, pra visitar o primo.
Então que eu criei uma relação idealizada com o Rio. Acho que seria mais feliz se morasse lá. Acho impossível, na verdade, não ser feliz com aquela praia, aquelas pedras, aquela vista, né? Pra onde se olha, tem uma vista linda. Ontem, do banheiro do Santos Dumont, tinha uma vista linda. Ai eu idealizo. E sempre acho que felicidade, mesmo, é morar no Rio.
Ou será tudo culpa da Rede Globo?

2 comentários:

Francisco Lima disse...

Moro no Rio há 30 anos, dividindo sempre litoral com interior e não sei se saberia viver em outro lugar. E tambérm gosto muito do Djavan, principalmente dos primeiros discos. Alumbramento é todo clássico.
Abraço
Francisco

kellen disse...

também gosto principalmente dos primeiros discos. baixei alumbramento, que não conhecia. que beleza :)
e adoro o flor de lis!