21 de set de 2009


Eu digo que vou começar a postar receitas e sumo, receita nenhuma nem nadica de nada. Quem pode dar crédito a uma pessoa assim?
Mas os motivos são nobres. Ou melhor, são bons, é por conta de uma coisa que estou adorando de verdade: a preparação para a série de viagens que farei por conta de uma consultoria que estou prestando para um órgão do governo federal. No total serão oito municípios visitados, nas regiões norte, nordeste e centro-oeste do país. A saga começa essa semana, com uma viagem para Barra do Bugres, Mato Grosso. Haja aventura, minha gente.
Mas mesmo assim tenho tempinho de fazer uma pausa e contar sobre a geléia de morango da semana passada. É preciso confessar: não deu certo. E basicamente porque eu quis fazer uma geléia com açúcar mascavo. Aí procurei, procurei, e achei na internet uma receita. Que era basicamente morango, açúcar mascavo e pêra. Não tinha pêra em casa, mas sabendo que a entra como a fruta rica em pectina, que é o que dá aquela textura de gel à geléia, substituí. E aí deu-se o problema. Porque eu substituí por limão, e limão não combina muito com açúcar mascavo, porque este tem um poder de adoçar bem menor que o açúcar branco refinado, como se sabe. O que fez com que a geléia ficasse com um sabor intenso e azedinho do limão, o que escondeu um pouco o morango. Resumo da ópera, essas coisas são boas para ir conhecendo os sabores e as combinações das coisas.

Nenhum comentário: