24 de set de 2008


A verdade é uma só. Desde que eu fui morar sozinha (leia-se sem os pais, porque primeiro morei com a Van, só depois sozinha mesmo) eu nunca tive dinheiro. Afinal, primeiro eu fazia mestrado e todo mundo sabe como vive uma bolsista. Depois, fiquei sem renda nenhuma e com muitas dívidas. Só então comecei a trabalhar, óquei, já faz mais de um ano isso. Mas só agora as coisas entraram nos eixos e eu passei a ter um dinheirinho extra. Então comprei um milhão de coisas. De roupas a sofá. De tapete a lençol. Ultimamente eu comprei muita coisa mesmo. E estou me sentindo a pessoa mais consumista do mundo. E, detalhe, me sinto um pouco culpada com isso. Culpa marxista-cristã que eu tenho. Não que marxismo tenha alguma coisa a ver com Cristo, a única coisa que une é a culpa mesmo. Mas enfim. A questão é que eu gosto de lençóis e sofá e algum conforto. E claro que estou apenas repetindo isso para mim mesma, para me convencer.
E no mais eu ando MUITO interessada na briga AlckminXKassab. Torcendo para que se matem, etc. e tals.

Nenhum comentário: