20 de set de 2008

Em se tratando de escolha política na sucessão à prefeitura de São Paulo, tenho mais uma cousa a dizer.
Sobre o CEU.
A campanha da Marta tá dizendo que o Kassab faz CEU mal feito. E isso todo mundo deveria saber. Que acabar de uma vez por todas com o CEU, o renda mínima, o bilhete único, isso ele não podia fazer mesmo. Porque tudo isso foi bom para a população. Mas claro que ele pode (e fez) "acomchambrar" tudo isso. O que fez com o bilhete único já falei. O renda mínima ele reduziu ao mínimo do mínimo. E o CEU. Bom, há toda uma reclamação de que eles agora são bem menos equipados. O que eu chamaria de sucateamento da coisa. Você mantém, mas inutiliza. E eu sei de muito colega arte-educador que trabalhava no CEU na gestão Marta e que na gestão Kassab foi sumariamente demitido. Disso pode-se imaginar que não há mais aula de teatro, oficina de cinema, etc. e tals. Mas eu queria dizer outra coisa, que tem a ver com a escolha política pelo CEU, que é a escolha pela inclusão.
Eu sempre acompanho a programação dos festivais e mostras de cinema. E quando a Marta estava na prefeitura, todos os CEUs participavam do circuito da mostra de cinema, do festival de curtas, de animação, de tudo e mais um pouco. O que significa que o pessoal de Itaquera podia ver a mostra de cinema tal qual o pessoal do Jardim Paulista. Isso é inclusão social. Que é também tratar o eleitor como cidadão. E isso é uma escolha polítca. Como o meu voto. E meu voto é Marta.

Nenhum comentário: