31 de mai de 2009

Boa parte do meu tempo na internet tem sido gasto procurando por carros à venda, de modo que estou bem informada sobre o assunto. E parece que idéia de comprar o carro vai se concretizando mesmo.
Agora, é preciso reconhecer que precisar de fato do carro, não precisa. Moro no centro da cidade, convenhamos. Ando de táxi com tranquilidade, pois é tudo perto e, claro, tem transporte público. Afinal, todo mundo sabe que quando se trata do centro e centro expandido, as coisas sempre costumam funcionar bem.
Mas se é assim, por que insisto na compra do carro? Na verdade, comprar carro está ligado, e muito, a uma vontade minha de aprender a dirigir de fato, já que posterguei esse aprendizado até hoje, alto dos meus quase trinta anos. Então lá vou eu, enfrentar esse trânsito maluco, com esse bando de gente doida, e vamos ver o quanto resisto.
***
Mas antes disso vou, agorinha mesmo, buscar cama e colchão que ganhei da mãe do namorado, que está de mudança e me presenteou com coisas das quais preciso em caráter de urgência. Namorado é que vai dirigindo, então estamos todos a salvo, nós, cama e colchão. E eu finalmente vou dormir num colchão decente, salve, salve, a vida tende a mehorar por aqui.

Nenhum comentário: